Como otimizar suas campanhas com testes A/B

14 dez 2016
Guilherme Teixeira
807
0

Um dos fatores mais decisivos para o sucesso de uma estratégia de marketing digital é saber o que agrada ou não o público alvo das campanhas. Atualmente, possuímos diversas formas de entender melhor quem são aquelas pessoas que acessam nossos conteúdos. Neste post vamos falar sobre como os testes A/B podem te ajudar a otimizar as suas campanhas e, de quebra, te ajudar a compreender melhor a sua persona.

O que são os testes A/B:

            Os testes A/B são avaliações que você pode fazer em Landing Pages, e-mails marketing, calls to action etc, para testar o efeito de certas variantes para o objetivo traçado. Por exemplo, você pode analisar se uma mudança de posicionamento de um CTA em uma Landing Page trará mais conversões para aquela página.

É importante sempre ter em mente que os testes A/B envolvem apenas uma variante. Isso é importante pois é isso que determinará que você tenha certeza do que fez a diferença na sua peça. Se você mudar muitos elementos de uma só vez, não vai conseguir identificar qual foi o principal fator de mudança.

Porque os testes A/B são boas ferramentas para o marketing digital:

            Muitas vezes não recebemos os resultados esperados em uma campanha e não sabemos o porquê. É muito mais eficaz tentar encontrar algum fator que possa ser otimizado, do que jogar todo o trabalho para o alto e começar do zero, correndo o risco de não acertar novamente.

Com os testes A/B você pode avaliar uma série de critérios como cor e posicionamento de CTAs, presença ou não de uma imagem em um e-mail marketing ou landing page entre várias outras variantes. Assim você vai aprendendo o que funciona e o que não deve ser mais utilizado. As menores substituições podem fazer a maior diferença para a sua taxa de conversão!

Mão na massa:

            Mas afinal, como você deve executar os testes A/B? Vamos te passar um breve passo a passo que você pode aperfeiçoar e adequar à sua experiência.

1 – Planejamento é tudo: Como em qualquer estratégia de marketing digital, o planejamento deve ser a primeira etapa. Defina qual hipótese você quer testar. Que mudança você quer enxergar? Um aumento na taxa de conversão? Maior engajamento com a campanha? Isso contribui para a definição de qual variante deve ser testada.

2 – Escolha seu teste: Nem todas as variantes trarão mudanças expressivas para os resultados das campanhas. Por isso, seja criterioso na hora de escolher o que vai ser testado. Procure nas suas campanhas quais fatores você considera serem determinantes para o público e vá testando-os, um a um.

3 – Defina um período de realização do teste: Não adianta você esperar por resultados imediatos. Cada teste irá demorar um certo período para trazer resultados expressivos. Portanto, é importante que você vá monitorando. Só realmente analise os resultados quando o tempo determinado para o teste chegue ao fim. Normalmente, testes A/B podem ter duração de 15 até 30 dias, dependendo do objetivo traçado e do fluxo de acessos da campanha.

4 – Mensure os resultados: nessa etapa do teste, o mais importante é ter em mente o seu objetivo inicial. De nada adianta conquistar cliques em um e-mail se o objetivo era conseguir aumentar o engajamento, por exemplo.

Você pode realizar testes diferentes para uma mesma campanha, só lembre-se de utilizar uma variante de cada vez, para não se perder dos resultados. Além disso, mantenha sempre um “grupo de controle”, para que você possa realizar as comparações necessárias.

Mantenha um arquivo de todos os testes que você realizar. Assim, você vai conhecendo melhor a sua persona e consegue elaborar materiais e campanhas cada vez mais assertivos. Vá corrigindo os erros e otimizando os acertos!

Você tem mais alguma dúvida? Comente aqui embaixo que tentaremos te ajudar da melhor maneira possível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *